botoes de uma caluladora com o titulo escrito

São as bandeiras tarifárias que sinalizam aos consumidores os custos reais da geração de energia elétrica. O funcionamento é simples: as cores das Bandeiras (verde, amarela ou vermelha) indicam se a energia custará mais ou menos em função das condições de geração de eletricidade.

Com as Bandeiras, a conta de luz fica mais transparente e o consumidor tem a melhor informação para usar a energia elétrica de forma mais consciente.Por exemplo: A bandeira tarifária

para o mês de dezembro de 2018 será verde, ou seja, sem custo para os consumidores.

Apesar de os reservatórios ainda apresentarem níveis reduzidos, a expectativa é a de que a estação chuvosa continue promovendo elevação do nível de produção de energia pelas usinas hidrelétricas e a recuperação do fator de risco hidrológico (GSF), fatores que impulsionam a tendência de queda no Preço de Liquidação de Diferenças (PLD).

O GSF e o PLD são as duas variáveis que determinam a cor da bandeira a ser acionada.

Se o consumidor reduzir seu consumo, a sua Bandeira muda de cor?

Não de forma direta. A cor da Bandeira é definida mensalmente e aplicada a todos os consumidores do Sistema Interligado Nacional – SIN (regiões Sul, Sudeste, Centro-Oeste, Nordeste e parte do Norte), ainda que eles tenham reduzido seu consumo. Mas a redução do consumo pode diminuir o valor da conta ou, pelo menos, impedir que ela aumente.

As cores das Bandeiras são as mesmas para todos consumidores?

Sim. Desde março de 2015, com a criação da Conta Centralizadora dos Recursos de Bandeiras Tarifárias, foi estabelecida uma única cor de Bandeira para todo o SIN. Para mais informações sobre essa conta, clique aqui.

Há incidência de tributos sobre o valor da Bandeira Tarifária?

Sim. Aplicam-se à Bandeira tarifária os mesmos tributos incidentes sobre as tarifas.

Quando e como as Bandeiras mudam de cor?

A cada mês, as condições de operação do sistema de geração de energia elétrica são reavaliadas pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico – ONS, que define a melhor estratégia de geração de energia para atendimento da demanda. A partir dessa avaliação, define-se a previsão de geração hidráulica e térmica, além do preço de liquidação da energia no mercado de curto prazo.

Desse modo, para cada nível de geração hidráulica e térmica tem-se uma previsão de custos a serem cobertos pelas Bandeiras. Portanto, as cores das bandeiras tarifárias são definidas a partir da previsão de variação do custo da energia em cada mês.

 

Agora que entendeu o que são bandeiras tarifárias quer se livrar de uma vez por todas delas? Clique aqui e faça um orçamento agora e produza sua própria energia.

Veja os financiamentos que podem te ajudar! Clique aqui